Africa do Sul

A África do Sul, berço da humanidade, onde encontra-se vestígios humanos com mais de 100 mil anos de idade, entrou em destaque mundial por sediar a Copa do Mundo de 2010. Com pouco mais de 42 milhões de habitantes a África do Sul detém a 25a economia do mundo, baseada no turismo, industria, agricultura e serviços.
Um pouco da história.

2779-0-0-0_1654392jpg
Mapa da África do Sul

No mundo do vinho a África do Sul é classificada como Novo Mundo, mas trata-se de um absurdo, pois as primeiras plantações de uvas para a produção de vinho datam de 1652, quando um medico da Cia das Índias Orientais Holandesa decidiu importar cepas Européias para a região do Cabo da Boa Esperança.  Em todos estes anos a indústria Sul Africana de vinhos sofreu inúmeros golpes, sendo o mais forte o embargo aos seus produtos na década de 80 em função do apartheid. A partir de 1990, com o final do Apartheid e a liberação de Nelson Mandela, a vinicultura Sul Africana ganhou impulso. Mandela foi o maior promotor do vinho do Cabo e com ele brindou o seu Prêmio  Nobel da Paz em 1993.
Acompanhe aqui no NOSSO VINHO.

690-0-0-0_318425jpg
Auto-retrato de Gerard Sekoto, 1913 a 1993

Conheça um pouco sobre as principais regiões produtoras da Africa do Sul:

Região de Olifants River: Os vinhedos as margens do Rio que dá nome a região são muito bem irrigados e possuem boa produtividade, porém com baixa qualidade. Com as técnicas modernas os produtores melhoraram a qualidade do produto, apesar de ainda ser bastante comercial. Na região se produz as brancas Chenin Blanc e Colombard  e as tintas Shiraz e Pinotage. Novas áreas de como o Vale do Lutzville e Koekenaap, tem produzido níveis de qualidade.

prospect_wine_field_2

 

Tulbagh: Uma região pequena que ganhou notiredade pela produção de pinotage, embora faça espumantes e vinhos brancos para o dia a dia.

bb2448fb-5294-411f-8a8a-41f43d74d614

 

Klein Karoo: Tem reputação pelos vinhos fortificados estilo Porto. Em pequenas porções produz vinhos no estilo Bordeaux e refinados Chardonnays.

default

 

Overberg: Uma zona de Sauvignon Blanc e Pinot Noir, com muitas pequenas vinícolas de boa qualidade.

Constantia: A primeira zona produtora da Afirca do Sul, famosa pela produção de seus vinhos doces.

Stellenbosch: A mais famosa area de produção da Africa do sul. A zona mais próxima da cidade do Cabo. Focada em Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e impressionantes Shiraz.

Paaral: Especializada em cepas brancas como Sauvignon Blanc, Chenin Blanc e Chardonnay. Mais recentemente tem produzido Riesling e Gewurztraminer.

Robertson: Uma terra de Chenin e Colombard. A produção de vinho ocorre com enorme dificuldade. Outra especialidade da região são os vinhos doces Muscadel. Alguns poucos produtores tem conseguido oferecer Shiraz e Cabernet Sauvignon de qualidade.

.

map_south_africa
Mapa da vinicultura na África do Sul

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More