Barossa Valley Austrália

O Vale do Barossa, na Austrália Meridional é o coração da indústria vinícola daquele país. Muitas empresas Australianas que ganharam fama mundial são daquela região, como Penfolds, Orlando e  Wolf Blass. Estes empreendimentos começaram no século XIX através da imigração de Britânicos, Alemães, quase todos luteranos, fugindo da intolerância religiosa na Europa. O gosto dos britânicos por vinhos fortificados doces e potentes foi o combustível da região no início da produção. Depois do Segunda Guerra Mundial, aumentou a procura por vinhos brancos e Barossa Valley sobre se adaptar. Porém ao longo de sua história a melhor expressão da região tem sido a uva Syrah. No Brossa Valley a Syrah oferece vinhos de grande potência e concentração.

Uma sub-região do Brossa Valley é o Vale do Eden, com clima mais ameno. Esta região é dominada pelas vinícolas Yalumba Henschke. Ambas foram fundadas na segunda metade do século XIX. Esta região produz vinhos mais elegantes e menos pesados. Ali também são cultivados as melhores uvas Rieslings da Austrália. São vinhos de aromas florais e sabor cítrico. Esta também é uma região que possui vinhedos com mais de 100 anos de produção e oferecem vinhos fantásticos como foi o Henschke Hill of Grace, produzido em 1960 e que se transformou em um diamante dos restaurantes mais sofisticados do mundo.

É do Barossa Valley um dos vinhos que eu mais aprecio, o Elderton Brossa Ashmead.  Este australiano é um vinho de primeira classe. Provém de videiras com 70 anos de idade, produzido em Barossa Valley. Envelhece 18 meses em barricas de carvalho Um vinho poderoso, com toques de chocolate e Madeira tostada. Este 2001 já está otimo, mas vai ficar ainda melhor nos próximos 10 anos. Sua produção é muito limitada, apenas 700 caixas. Portanto é um vinho de alto custo, R$ 390 no Brasil.

Pesquisa realizada no livro “Vinhos do Mundo Todo” – Guia Ilustrado Zahar.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More