Conheça um pouco da Borgonha

A Borgonha é uma das regiões mais encantadoras da Europa. A região combina uma beleza única com vinicultura, gastronomia e arquitetura medieval. Antes mesmo da França ser cristã, a Borgonha era um rico Ducado amplamente conhecido por sua vocação vinícola. A Borgonha não é apenas uma região, mas um conjunto de regiões.

nuits
Borgonha

No mapa abaixo, da enciclopédia Larousse dês vins fica claro que a região mais rica da Borgonha é Côte D’Or. Para entender o mapa, o primeiro traz o visão geral da Borgonha e os outros dois, na seqüência são o sul e o norte da Região. Mais ao norte temos Cotes de Nuits, uma terra de vinos tintos, longevos e com cor rubi profunda. Quase todos os Grands Cru da Borgonha são feitos aqui. Esta é a terra Romaneé-Conti, na cidade de Vosne Romanné. Pinot Noir é a principal uva desta região.

hotel-dieu-beaune
.

Mais ao sul no mapa principal, encontramos Cote Beaune, onde os vinhedos circundam a cidade de Beaune e seguem em direção ao sul. Aqui é que estão os brancos Grand Cru da Borgonha. A variedade de brancos é incrível, o que também cria uma nuance de qualidade. Igualmente variados são os tintos da região. Os grandes produtores da região são da Chateau La Maltroye, Domaine Du Chatêau de Chorey, Domaine Bonneau Du Martray, Domaine Albert Morot, Domaine Étienne Sauzet, entre dezenas de outros fantásticos produtores.

romanee-conti
Romanee Conti

Caminhando mais ao sul da Borgonha encontramos Cote Chalonaise, onde a vinicultura divide espaço com outras culturas agrícolas. Aqui se produz vinhos tintos e brancos cuja principal característica é a rusticidade. Esta parte da Borgonha garante vinhos de excelente custo benefício. Na região verde do mapa, ao sul de Chalonaise, encontramos Mâconnais, um distrito rico em brancos frutados com Chardonnay. Os tintos desta região não são de grande qualidade. Finalmente no extremo sul do mapa, em direção a cidade de Lyon, passamos pela grande região de Beaujolais. Uma região lindíssima com grande presença da uva Gamay. Uma região bem distinta da Borgonha que construiu a fama de vinhos populares, fáceis, sem grandes mistérios. Vinhos de grande frescor, cítricos agradáveis. O máximo expoente da região é o Beaujolais Nouveau. Sob a denominação Beaujolais se produz mais de 80 milhões de garrafas ao ano.

Enfim, a complexidade da Borgonha jamais poderia ser expressa neste simples post. Aqui você tem apenas as informações gerais. Vamos pesquisar mais.

 
 
 
Fontes: Atlas Mundial do Vinho, Hugh Johson e Jancis Robinson / Vinhos do Mundo – Guia Ilustrado Zahar / Enciclopédia Larousse do Vinho.
 
Clique nas imagens para destacar.
 
imagem41
 
 
 
 
 
 
Mapa Geral
 
imagem11
 
Mapa Sul
imagem26
 
Mapa Norte
 
imagem32

1 comentário
  1. cristina Diz

    Olha q legal historico de Borgonha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More