O Bordô que não sai de moda. Algumas dicas…

Por Pedro Assumpção: Onde comer em St Emilion: o restaurante do Hostellerie é 2 estrelas Michelin, mas meio pomposo e previsível (e caro), mas um 2 estrelas sempre é um 2 estrelas… Na cidade (que tem 3 ou 4 ruas no máximo) tem vários bistros charmosos e baratos…fomos num, chamado Le Tertre, bem gostoso, a 2 quadras do hotel. A cidade de Bordeaux: claro que vale a pena conhecer Bordeaux, uma típica cidade europeia, com inúmeras construções e museus importantes (e uma rua Sainte Catharine, se não me engano, onde tem mais de 1 km de lojas de grifes) e um espirito de cidade jovem, das artes. A questão dos vinhos: em Bordeaux, peça os de Bordeaux. Os tintos de St Emilion em geral são mais rusticos. Os de St Julien e Paulliac, mais equilibrados. Como eles bebem esses vinhos muito jovens (até de 2003, um infanticídio!) eles são poderosos. Peçam sempre para decantar e esperem 15 minutos para beber. Sauternes são todos bons e muitos deles, baratos. Nunca mais que ½ garrafa, enjoam….são ótimos na sobremesa ou com queijos. Brancos secos, são também muito bons, mas dispensáveis. Espero que vocês aproveitem. E se embriaguem com a beleza de lá. Tenho certeza que quando vocês voltarem de lá vão entender porque para mim, bordeaux sempre foi muito chic! Um beijo, Pedro.”

picture-122
Bordeaux

______________________________

Obrigado Pedro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More