Blogging, Microblogging e Redes Sociais.

Apesar do foco deste blog ser o vinho, é inevitável que minha formação profissional crie, vez por outra, questões sobre a comunicação. O último Festival Cannes Lion, ocorrido na semana passada mostrou que a indústria da comunicação está focada no Networking, sobretudo o Networking criado a partir de plataformas como o Twitter e o Facebook.
Essas duas redes sociais crescem muito rapidamente, dando ainda mais força para a chamada mídia social. Isso cria uma questão sobre o papel das marcas nas redes sociais. Ou, melhor ainda,  o efeito das redes sociais sobre as marcas. Afinal, participando ou não das redes sociais, as marcas estão sendo re-escritas neste novo ambiente. Veja aqui no Enoblog (portal de Blogs  sobre vinho), diariamente dezenas de marcas e empresas são analisadas, criticadas, incentivadas, por diferentes frentes de opinião Se as vinícolas, distribuidores e importadores  não participarem ativamente deste ambiente, serão re-definidas neste universo influente de Enobloggers.
Desde que conectei este blog ao Facebook e ao Twitter, pude notar que ambos enviam uma pequena quantidade de visitantes, mas são na sua maioria, uma audiência fidelizada. O mesmo movimento de audiência fiel ocorre através do Enoblog. Sendo que neste ultimo caso a audiência é muito mais critica e muito menos ativa em comentários.
O NOSSO VINHO foi desenvolvido como um blog, com algum cuidado visual, com muita participação de amigos e colaboradores, com foco em SEO (serach engine optmization)  e algumas conexões com redes sociais como o Facebook, Twitter, Wineblog e Enoblogs. A pesar de elaborados os posts primam por uma linguagem rápida e informativa (exceto esse que já está bem longo).

Mas o que daria mais certo? A elaboração do Blog ou a agilidade do microblog?
Eu penso que os dois,  de forma integrada., criando networks mais amplas e gerando um fluxo de audiência e participação cada vez maior. Vamos ver o que vai dar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.