Devaneio: Vinho criando novos empregos.

Numa noite dessas organizei em um post o que seria a Wine House dos meus sonhos… Como montar a sua wine house.
Pois bem, agora vamos falar sobre oportunidades de empregos que o mundo do vinho pode gerar. Está claro que com o aumento do consumo de vinho no Brasil, melhora o mercado de trabalho para sommeliers, vendedores especializados, gerentes de adegas em grandes hotéis, etc. Mas existem outras tantas oportunidades que ainda não foram exploradas.
Você já reparou como a crise de emprego gerou muitas novas atividades, como personal stylist, personal Trainer, personal shopper, personal dog, personal iPoder etc? E pode notar que estas profissões estranhas, tipo de organizadores de armários, e gavetas  ganham a mídia cada vez mais. É uma tendência.
Então,  porque não poderia haver mercado para um personal sommerlier?
Pare para pensar, quantas e quantas pessoas nos grandes centros gostariam de ter uma adega, ou gostariam de organizar sua adega, ou erram muito na hora de comprar seus vinhos.
Qual seriam os serviços que o personal sommelier poderia oferecer aos seus clientes:
1)    Comprar os vinhos para os clientes, encontrando as melhores ofertas de acordo com o gosto e o bolso do cliente.
2)    Orientar na compra de acessórios, como taças, decanters, abridores, etc.
3)    Orientar sobre as formas de serviço do vinho.
4)    Orientar sobre as formas de harmonização dos vinhos.
5)    Orientar, planejar e executar projetos de adegas particulares de todos os tipos.
6)    Gerenciamento destas adegas e organização de seus arquivos.
7)    Sub-contratação de garçons especializados para recepções e jantares particulares, bem como aluguel de material.
8)    Organizar de eventos de degustação
9)    FAQs por SMS e email.
10)    Organizar viagens de eno-turismo.

Como cobrar por estes serviços, ora posso pensar em uma dezena de modelos de negócio:
Com uma comissão sobre a compra dos vinhos.
Com um custo fixo por atendimento domiciliar.
Com um projeto fechado para a organização de uma adega.
Por man-power ou hora homem como advogados e publicitários.
Por sucsses-fee pela obtenção de descontos.
Pode parecer hilário para você, mas pare um momento de rir e pense… A conveniência é algo que cresce em valor a cada dia na nossa sociedade. Ou você imaginou há 10 anos atrás que haveria um personal dog andando com 10 cães de raça no Parque do Ibirapuera em São Paulo?

Pronto, agora é só abrir um Achaval Ferrer Quimera…

5 Comentários
  1. Bernardo Diz

    Quem seria genial o suficiente para rir de uma excelente idéia como esta?

    Existem tantos personal enrolators por ai e nem por isso merecem ser duramente criticados, seus serviços nem sempre são lá muito necessários, mas com pessoas dispostas a pagar por eles é justo que eles sejam prestados, tirando muita gente da crise, ou mesmo fora da crise.

    Imaginar isso transportado para um serviço realmente importante em um universo amplo como o dos vinhos é interessante e empolgante diga-se de passagem.

    Ótima idéia! []'s

  2. Alexandre Diz

    caramba…

    muito bom esse devaneio…
    mas foi antes ou depois desse Quimera hein?
    rsss..

    abs!
    Alexandre

  3. Paulo Diz

    Alexandre, na verdade foi antes. Um abraço
    Paulo

  4. Fernanda Vianna Diz

    Adorei o devaneio!
    Exatamente o que tenho feito nos últimos 3 anos, atendimento personalizado no local desejado, seguindo o estilo do cliente e seus convidados, adaptando a seleção de rótulos ao cardápio. No caso de casas de campo ou praia, organizo a adega conforme o planejamento das férias, feriados ou evento especial! É um serviço valioso, que rende frutos para mim como profissional e para meus queridos clientes. Sem embromação, sem cobrar mais do que o justo, sem empurrar vinhos que são pontuados, adicionando cultura e prazer para todos!

    1. Paulo Diz

      Que legal Fernanda. Parabéms.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More