Vinho é bom, mas leia isso…

Amigos, aqui vai um testemunho que espero poder ser útil a muitos que amam o vinho como eu.

Vinho é bom, mas não abuse!

Durante as últimas 4 semanas interrompi totalmente o consumo de vinho ou qualquer outro tipo de bebida alcoólica. Não foi uma medida de saúde ou regime e não vem ao caso o real motivo. O que importa é que esse blogueiro apaixonado por vinho tem estado totalmente “seco” há 30 dias. É a primeira vez que crio uma “estiagem” e fiquei impressionado com o que aconteceu comigo. Eu vinha em um rítmo pesado de quase 30 garrafas ao mês. Pesava 86 kg e havia surgido uma barriga que nunca tive nestes quase 48 anos de vida. Quando interrompi a sequência de vinhos, confesso que foi chato. Afinal eu usava o vinho como um companheiro todas as noites. Mas com o passar dos dias substitui o vinho por água e chá.

Vamos aos fatos: eu tenho dormido melhor, acordado mais cedo, mais disposto. Meu peso foi baixando gradualmente e mesmo sem fazer qualquer tipo de regime, perdi 4 kg. A melhor parte é que os 4kg saíram da barriga que foi sumindo… sumiu. Vale dizer que no ano passado eu vinha em um ritmo de atividade física constante e que esse ano estou sedentário. Mesmo assim bastou ficar 4 semanas sem álcool e a barriga desapareceu. Não sou médico, não entendo nada disso, mas está claro que beber vinho no ritmo que eu estava imprimindo faz mal à saúde.

Bem, se venci esse desafio, de escrever sobre vinho sem beber, colhi os resultados e agora vem o próximo desafio. Voltar a curtir o vinho de um jeito gostoso, bebendo com muito mais moderação. Pense nisso, vai lhe fazer bem.

7 Comentários
  1. silvestre tavares go Diz

    VALEU O TOQUE!

  2. Jeriel Diz

    Nobre Confrade,

    O seu testemunho é de grande valia. Temos de ficar atentos. Aqui em SP temos eventos quase que diariamente e sempre procuro dar uma pausa pro fígado. Bebo sempre às terças, sábados e domingos e eventualmente nos dias que sobram. O consumo diário é positivo, mas tem de ser mínimo. A cada seis meses faço exame de sangue e solicito ao médico o nível do Gama GT. Sempre dá abaixo, mas estou atento para os abusos porque apesar de ser a mais nobre das bebidas, tem álcool e isso causa dependência. Volte a beber mas seja comedido. Quase não abro uma garrafa em casa e quando o faço, ela dura vários dias. Exercícios físicos, no mínimo uma esteira, já ajuda.

    Amiúde faço posts com anotações e dados da memoria. Dificilmente abro uma garrafa e já escrevo, porque interpreto o líquido durante vários dias, porque os verdadeiramente bons aguentam mais tempo na garrafa. Qdo. quiser comemorar, convide o Silvestre e me chame para partilharmos um vinhão, com
    moderação. Enoabraço. Jeriel. blog homônimo.

    1. Paulo Diz

      Obrigado Jeriel pela amizade. Quem sabe a gente logo se encontra em um evento no Enoblogs.
      Abraços

  3. Marcelo Camera Diz

    Ola Caro Amigo,
    O grande problema do vinho é que ele é bastante calórico e caloria demais vira gordura ou as chamadas bordinhas de catupiry 🙂
    Como em tudo na vida a moderação tem um papel importante mesmo qdo estamos lidando com o q gostamos… Como meu finado pai dizia: Quando o prazer vira uma obrigação logo teremos problemas com esse prazer.
    Bons e moderados goles,
    Marcelo
    http://notasdedegustacao.blogspot.com

  4. Ruben Duarte Diz

    Valeu pela dica! Vou tentar fazer o mesmo. Abraço, Rubén Duarte

  5. paulo Diz

    Xará, e verdade! Precisamos nos cuidar. Hoje em dia tenho esse cuidado de não beber todos os dias. Dou preferência para as quintas, sextas e sábados a noite e domingo no almoço. Dias da semana, durante o almoço, não bebo! É regra. Só quebro se for um brinde e só bebo o gole do brinde. A tarde continua produtiva. O problema são as fases de eventos, aniversários, comemorações que as vezes acontecem e emendam vários dias. Além dos eventos diários, existem fases de stress ou ansiedade que também chamam pra um drink a mais. No quesito ansiedade, entram a comida e com enfase os doces. Tenho atacado doces em uma proporção nunca jamais vista na história desse país. Como amanhã é meu aniversário, decidi me dar de presente a volta a academia de ginástica, para gastar um pouco mais de calorias, pois as minhas caldeiras de processamento de calorias estão precisando de um apoio. Engordei 8 kilos no último ano. Como leitor do Nossovinho, entendo até a diminuição de posts semanais, se for pra uma qualidade de vida melhor. Tem todo o meu apoio. Um forte abraço!

  6. Estacio Sa Diz

    Eu acompanhei esse seu perído de “estiagem” e sou testemunha do que você narrou. Realmente vale aquela máxima de que nada em excesso é bom, mesmo vinho. Grande abraço.

    Estácio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.