Insólito Peverella 2005, Cave do Ouvidor.

Esse vinho é preparado de forma artesanal e tradicional por Álvaro Escher em Santa Catarina. Sua produção é limitadíssima, apenas mil garrafas. Eu ainda não experimentei. Pelo que pesquisei, aqueles que experimentaram ficaram encantados com o vinho. Sua cor é de um amarelo ouro e dizem que tem aroma de cravo. A mesma análise de degustação do site Notas de Degustação, diz que na boca se confirma o cravo e vem maça. Espero encontrar uma garrafa para comprar. O Bruno Agostini do jornal O GLOBO define o vinho como: “é um dos vinhos com mais personalidade já feito no Brasil.” O Ed Motta conta em seu blog que “A uva é a Peverella ou Malvasia di Vicenza, introduzida no Brasil em 1930”. A foto da garrafa é fo jornal O GLOBO.

Para acompanhar esta obra Insólita, selecionei este quadro da Tarsila do Amaral, O Vendedor de Frutas de 1929.

Para ouvir a música Cores do grupo Da Lata.

Insólito Peverella 2005, Cave do Ouvidor.
Insólito Peverella 2005, Cave do Ouvidor.

4 Comentários
  1. Iasmin Diz

    Gostei…. bjs

  2. Eugênio Olivei Diz

    Caro Paulo, esse vinho é pura emoção. Não é um vinho que agrada os iniciados em branco, acostumados com aquela cor clarinha e aromas de abacaxi e limão. Trata-se de um vinho de cor bem mais amarelada e com um toque picante na boca, não é um vinho que agrada a todos, mas adorei.Já devo ter tomado umas 04 garrafas e ainda tenho 03 do 2005.O vinho deixou de ser produzido,logo se era difícil encontrar agora então…

    Um abraço.

  3. Eugênio Olivei Diz

    Caro Paulo, não sei se você viu, mas fiz uma postagem sobre esse lendário vinho no meu blog.

    Um abraço. Eugênio.

    1. Paulo Diz

      Muito legal o seu post, para quem quiser ler, o link está aqui http://www.decantandoavida.com.br/index.php?optio

      Abraços
      Eugênio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.