Semi-final: Brasil x África do Sul

POST ATUALIZDO: A vitória do Brasil no campo foi muito difícil, mas aqui no vinho a partida foi ainda mais difícil. Deu um empate. 50% cravado para cada um dos vinhos.

Brasil

Técnico: Manuk

Vinho escalado: Luiz Argenta Cuvee 2005

Luiz Argenta começou suas atividades em 1931 na cidade de Flores da Cunha. Segundo o fabricante O Cuvée Luiz Argenta 2005 possui aromas delicados, harmônicos, muito intensos e de grande complexidade que lembram a fruta vermelha, amora, morangos, especiarias, chocolate, café e baunilha. Características de vinhos elaborados com excelentes uvas e que tiveram uma perfeita maturação em barris de carvalho. É um vinho estruturado, que apresenta um excepcional volume de boca e um grande corpo. Apresenta ataque inicial doce, com taninos perfeitamente evoluídos e equilibrados. Possui acidez equilibrada e uma grande persistência gustativa. Os aromas percebidos no olfato podem ser identificados no final.

Luiz Argenta Cuvee 2005
Luiz Argenta Cuvee 2005

África do Sul

Técnico: Alcir

Vinho escalado: Bonne Nouvelle 2003

Michel Rolland criou muitos vinhos de primeira categoria, incluindo Pavie e L’Evangelie. Hoje dedica-se também aos vinhos da África do Sul. O seu destaque é Bonne Nouvelle. Em Stellenbosch O vinho é uma mistura de 46% Cabernet Sauvignon 35% Merlot 19% Pinotage. Poderoso, com aromas de carvalho, onde estagiou por 20 meses, com sabor de baunilha, perfeito para a guarda. 87 WS.

.
.
1 comentário
  1. Paulo Queiroz Diz

    Hoje NOSSO VINHO atingiu 405 visitantes únicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More