Domaine Saint Prefert Isabel Ferrando Chateauneuf-Du-Pape Colombis 2016

Chateauneuf-du-Pape Colombis 2016

Na segunda semana de novembro de 2018 fomos jantar no famoso restaurante francês L’Ami Louis e nosso prato principal foi um frango assado, tradicional receita da casa. O vinho da noite foi um Chateauneuf-du-Pape Colombis 2016 do produtor Domaine Saint Prefert Isabel Ferrando. Um vinho memorável, recebeu 98 pontos do Robert Parker E 99 pontos do Wine Advocate. Um vinho 100% Grenache de profundo aroma de frutas vermelhas, ele tem corpo leve, mas paladar muito instigante, com toques de especiarias e textura macia. Final defumado e persistente de tabaco. Uma delícia. Como ele é muito agradável, você quase não percebe que tem 15% de álcool. 

Perceba que todo Chateauneuf-Du-Pape tem na sua garrafa duas chaves cruzadas em alto relevo.  Elas são o símbolo do Papado.  Na arrogância da igreja católica, dão ao papado o símbolo das chaves do reino dos céus. 

Chateauneuf-du-Pape é o nome da pequena vila no vale do Rhone perto de Avignon que tem histórias da miséria humana desde o século XIV.

Por volta de 1.309 a igreja católica já era muito poderosa e exigia impostos e taxas de todos os povos católicos. O papa Bonifácio VII pressionava todos os governos pata receber suas taxas. Entretanto o rei na França à época, Felipe IV, era extremamente hostil e recusou-se a pagar. Após a morte do Papa Bonifácio VII o Conclave elegeu uma papa francês, leal a Felipe IV. Clemente V decidiu mudar a sede da igreja de Roma pata Avignon e por lá ficou por 67 anos até a sua morte. Os vinhos produzidos na região eram conhecidos como vinhos do Papa. Em 1937 definiu-se a denominação de origem Chateauneuf-du-Pape. 

Chateauneuf-du-Pape.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More