Chateau Brane-Cantenac Margaux 2005

A história de Brane-Cantenac começa em 1735, quando a família Gorce controlava o então Chateau Gorce e mais tarde Gorce-Guy. Em 1822 o Chateau com adquirido pelo Barão Hector de Brane e surgiu o Chateau Brane-Cantenac.

Desde início do século XIX e mesmo antes da classificação de 1855 este Chateau mantinha uma excelente qualidade de produção. Qualificado como Deuxième Cru em 1855, o Chateau passou por inúmeros desastres, como a filoxera, depressão e guerras. No século XX, (1925), foi adquirido por François Lurton. Depois de muitas dificuldades Lurton conseguiu recuperar o nível de qualidade de produção do Chateau. Seus vinhos são predominantemente Cabernet Sauvignon, cerca de 65%, outros 30% de Merlot e 5% de Cabernet Franc.

A safra de 2005, com 92 pontos na WS apresenta aromas de amora, encorpado, com taninos finos e um final médio. Vale a pena visitar o site do Chateau Brane-Cantenac. Fonte de informações: The Wine Doctor.

Chateau Brane-Cantenac
Chateau Brane-Cantenac 1998, atingiu 91 pontos na Wine Spectator.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.