Château Clos Saint-Emilion Philippe Grand Cru 2002

Ah… França. Por mais que eu ame os vinhos italianos, devo reconhecer que as histórias francesas são muito variadas. Veja o caso do Château Clos Saint-Emilion Philippe. Um vinho da adega do meu amigo Manuk. Sujeito cheio de truques este Manuk.

O Château Clos Saint-Emilion Philippe é uma uma vinícola familiar de quarto gerações. A propriedade foi comprada em 1927 por Léon Galhaud, um renomado vinicultor que já possuía 180 hectares de vinha em Saint-Emilion. Foi, então, transferido para a sua filha, Simone, e seu genro, Marc Philippe, em 1964. Desde 1991, o imóvel pertence a Jean-Claude Philippe, neto de Léon e sua família.
Château Clos Saint-Emilion Philippe iniciou suas atividades para com a venda de uvas a granel. Em 1995 depois de muita dedicação da família, conquistou a denominação Grand Cru Saint-Emilion. Depois de muitos estudos ficou comprovado que Château Clos Saint-Emilion Philippe possui vinhas de 101 anos em produção e delas foi criada uma safra especial. Esta safra da adega do Manuk foi produzida em 2002 com videiras de 102 anos de idade. Veja o rótulo. Fantástico.
Por toda esta rica história de trabalho e conquistas, Château Clos Saint-Emilion Philippe é um ícone de Saint-Emilion.

O Château Clos Saint-Emilion Philippe Grand Cru é produzido em minúsculos 4,8 hectares. A casta é constituída de 80% Merlot e 20% Cabernet Franc. A produção é de cerca de 24.000 garrafas por safra.
As uvas são colhidas mecanicamente e o vinho envelhece 12 meses em barricas de carvalho. Como todos os grandes Saint-Emilion, este vinho pode ser consumido imediatamente, se você gosta de vinhos frutados e poderosos. O produtor exige apenas uma condição: “Deve decantar por duas horas e ser servido em taças grandes”
Estes Franceses são fantásticos. Odeio delatar amigos, mas este vinho está cotado nos Estados Unidos a USD 450 a garrafa. Não faço idéia de quanto custe por aqui e nem quem comercializa.

Ah… Ultima informação: A revista France Magazine informa que Château Clos Saint-Emilion Philippe é a única empresa de Saint-Emilion a produzir vinhos com videiras de mais de 100 anos. São conhecidos como “Os Preservacionistas”.  A foto aí de cima veio diretamente do iPhone do Manuk e das vinhas de 102 de idade.

1 comentário
  1. Alcir Gomes Leite Diz

    É Paulão, como eu sempre lhe digo….não é só na França que tem grande vinho, mas lá tem mais que nos outros lugares.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.