Chateau Pichon-Longueville Baron

Este post faz parte do tema:

Os Bordeaux da classificação de 1855.

A história desse Chateau é um tanto complicada e espero simplificar de forma fidedigna.

O titulo completo da propriedade é Chateau Longueville au Baron de Pichon-Longueville. Este Chateau é resultante da divisão do Chateau Pichon realizado no início do século XIX, Parte se transfomou em Château Pichon Longueville Comtesse de Lalande e outra parte no Chateau Longueville au Baron de Pichon-Longueville, conduzido por Raoul de Pichon-Longueville, que em 1851 construiu este castelo de contos de fadas no Bordeaux. Foi classificado como Deuxièmes Cru  em 1855. O Chateau sobreviveu as catástofres da Filoxera, Guerras e depressão econômica, mas nos anos 60 decaiu muito.

Até que nos anos 80 foi adquirido por Jean-Michel Cazes do Chateau Lynch-Bages. Não é preciso dizer que Jean Michel trouxe vida ao Chateau.

A safra de 2005 mostra uma excelente qualidade, com sabores de groselha, alcatrão e alcaçuz, um vinho bem encorpado com taninos poderosos, porem bem integrados à Madeira. Um vinho fabuloso, com 70% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot e 5% Cabernet Franc.

Château Pichon Longueville Baron, Pauillac
Château Pichon Longueville Baron, Pauillac

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More