Quinta Dona Maria Reserva 2006

Manuk nos envia esta recomendação de vinho de Portugal, Dona Maria Reserva 2006. Um vinho do Alentejo feito pela Quinta de mesmo nome, oriunda do século XVIII. O enólogo é Julio Bastos. O curioso é que esta quinta também é conhecida como Quinta do Carmo, veja a história publicada no site do produtor:

Situada a cerca de 1Km da cidade de Estremoz. esta casa apalaçada do Séc. XVIII é hoje um ponto de referência, não só pela sua beleza como também pela sua história e qualidade dos vinhos que produz.“Trata-se da melhor e mais bela casa de campo da região, conservada nas linhas originais de arquitectura Barroca e Joanina…” (Inventário Artístico de Évora) O seu interior é rico em azulejos da época de D.João V, e o mármore, típico da região, encontra-se também um pouco por todo lado. Segundo conta a história, a Quinta foi adquirida em tempos por D.João V para oferecer a uma cortesã, D.Maria, por quem estava perdidamente apaixonado.Foi essa cortesã que deu o nome à Quinta e ao vinho nela actualmente produzido. Hoje em dia a Quinta é conhecida como Quinta do Carmo, pois numa época posterior à edificação da casa, construiu-se uma capela datada de 1752, que foi dedicada e consagrada a Nossa Senhora do Carmo. No final do pátio de entrada encontra-se o Jardim, todo ele murado, rico em palmeiras seculares e com recantos cheios de história. No centro do jardim encontra-se um caramanchão de ferro entrelaçado, que cria um espaço fresco e acolhedor. Há também um pequeno lago com uma cascada de pedra e ainda um antigo tanque de rega, hoje transformado em piscina, que apresenta uma estátua de Neptuno em mármore branco, empunhando o tridente, dominando uma nereida de monstros marinhos.

Pude apurar ainda que após uma longa joint-venture com o prestigiado grupo Lafite Rothschild, a Bacalhôa Vinhos de Portugal adquiriu, em 2008, a totalidade da Quinta, que passou a ser o centro de vinificação e produção de todos os vinhos do Alentejo do grupo Bacalhôa. A adega, de linhas modernas e atraentes, foi submetida a uma renovação considerável em termos tecnológicos e de técnica de produção de vinhos.

O vinho foi montado com 50% Alicante Bouschet, 25%Petit Verdort e 25% Syrah, tem sabor de frutos silvestres, taninos bem macios, um toque de menta, especiarias e final de carvalho tostado.

 

Quinta Dona Maria Reserva 2006

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.