Xisto Roquete e Cazes 2004

Numa visita que fizemos ontem ao Empório Santa Maria, tomamos uma taça do Xisto. Uma surpresa tão boa que resolvi escrever um post sobre o vinho.
Primeiro ponto a favor do Xisto é que ele é o resultado de dois excepcionais produtores: Jorge Roquette da Quinta do Crasto e Jean-Michel Cazes do Château Lynch-Bages. Veja só como caracterizam a sua criação:

“Cor vermelho escuro com reflexos brilhantes, aroma muito elegante de frutos vermelhos. Taninos presentes mas suaves e elegantes que acompanham um vinho com muito poder. Grande harmonia, elegância e um grande potencial”, assim descreve Daniel Llose o “seu” Xisto.

A Wine Spectator deu 92 pontos para o vinho. Eu daria uns 95. Ele é perfumado como um Bordeaux Premier Cru e encorpado como um bom DOURO. Feito com 60% Touriga Nacional – 15% Touriga Franca – 25% Tinta Roriz

Claro que depois de tomar uma taça, resolvemos pedir uma garrafa.
Foi um encontro maravilhoso e um bom papo de duas horas entre eu a Mônica a Thais e o Gabriel. Espero poder repetir. Pena que o vinho tem um preço um pouco alto, cerca de R$370.

Xisto 2004
Xisto 2004

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.