Três obras primas do Chile

0 No tags Permalink 0

Vinha Clos Quebrada de Macul

Em uma visita a Ville Du Vin aqui no bairro da Chácara Klabim em São Paulo, eu encontrei 3 vinhos do Chile que chamaram a atenção pela plasticidade de seus rótulos. Comprei os três. São da Clos Quebrada de Macul que fica no Alto Vale do Maipo, aos pés do Andes e nas portas de Santiago do Chile. Clos Quebrada de Macul foi criado em 1995 pelo advogado chileno Ricardo Peña, seu irmão Jorge e seu parceiro David Williams. Clos Quebrada de Macul seus vinhos a partir das suas próprias uvas produzidas em 35 hectares de terreno. Pesquisando mais na Internet aprendi que Clos Quebrada de Macul é uma boutique das mais bem sucedidas do Chile e seu Domus Áurea foi aclamado como um dos 10 melhores vinhos Chilenos.

Além dos três vinhos deste post eles produzem ainda o Alba de Domus e o Peñalolen Sauvignon Blanc

Domus Áurea 2005

Feito com a melhor seleção de uvas da colheita, selecionadas a mão, com 95% Cabernet Sauvignon, 4% Cabernet Franc e um toque de 1% de Merlot, este magnífico Chileno apresenta aromas complexos de amora, chocolate e mentol. Seus taninos são poderosos e bem integrados. Seu sabor é vibrante e traz o chocolate e a fruta. Um final longo e poderoso. O produto descansa entre 16 e 19 meses em barricas novas de carvalho francês. Domus Áurea é muito bem avaliado por todos os cíticos, WS, RP e WE, sempre acima dos 90 pontos. Vale avisar que Domus Áurea não é filtrado e apresenta um sedimento natural. Precisa de decanter por 1 hora no mínimo e deve ter um tremendo potencial ara envelhecer em garrafa

dsc_0033

Domus Áurea 2005

Stella Áurea 2005

Traz uma composição de uvas parecida com a a do Domus Áurea, 95% Cabernet Sauvignon, 2% Cabernet Franc e um toque de 3% de Merlot, mas é um vinho mais simples e mais acessível. De qualquer forma possui a mesma personalidade marcante do seu primo rico.

dsc_0021

Stella Áurea 2005

Peñalolen 2006

Este é um vinho diferenciado da casa, com vinhedo que traz o mesmo nome, uma composição com mais Merlot que os demais, 15% e 85% o conhecido Cabernet Sauvignon. Descansa 18 meses em barricas de carvalho. Suas videiras tem entre 15 e 30 anos, depois da vinificação envelhece de 16 a 19 meses em barricas de carvalho. Ele é muito frutado, puxando para amora. Café torrado e chocolate são sabores facilmente identificados. Um belíssimo produto no estilo novo mundo. Incrível só ter conhecido estes belos chilenos somente agora.

dsc_0025

Peñalolen 2006

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *