Os Estados Unidos são hoje o quarto maior produtor de vinhos do mundo e o terceiro maior consumidor mundial perdendo apenas para França e Itália. O pais conta com uma enorme gama de vinhedos, concentrados em 3 regiões: Califórnia, Óregon e Nova York. A Califórnia é responsável por mais de 90% da produção norte americana.

A vinicultura americana foi iniciada no século XVIII pelos missionários espanhóis, mas só ganhou força comercial no século XIX com a importação de uvas européias. Ainda no final do século XIX os vinhos tintos do Vale Napa já tinham um bom reconhecimento. A vinicultura nos Estados Unidos sobreviveu a duas enormes ameaças: A filoxera e a proibição da venda de bebidas alcoólicas. Vale a pena contar para você um pouco sobre estes dois eventos.

A Filoxera foi uma praga, um pulgão, que quase destruiu a indústria vinícola européia no final do século XIX e prosseguiu por mais de 50 anos. Ocorre que este puylgão extremamente danoso aos vinhedos é originário do leste da America do Norte e foi introduzido na França através de importação de mudas americanas, uma ironia e tanto. A solução encontrada na França foi enxertar as vinhas europeias em porta-enxertos provenientes de cepas americanas, resistentes aos danos da filoxera, uma outra ironia.

A Lei seca americana vigorou entre 1920 e 1933 e embora a venda clandestina de bebidas alcoólicas tenha sido ampla neste período, a indústria vinícola americana foi praticamente desativada. Apesar do amplo apoio social para a proibição, com o passar dos anos a própria sociedade que a proibição criou malefícios maiores que os benefícios.

Apos o retorno das vendas de vinho, a indústria americana prosseguiu pequena, até seu maior desenvolvimento nos anos 60 do século passado. Robert Mondavi abriu sua vinícola em 1966 e dez anos depois, no “Julgamento de Paris”, dois vinhos da Califórnia obtiveram melhor resultados que os vinhos Franceses.

O Julgamento de Paris: Em 1976 um comerciante britânico, Steven Spurrier. Estabeleceu uma prova às cegas entre vinhos americanos da Califórnia e grandes vinhos franceses de Bordeaux e da Borgonha. Apesar dos jurados serem franceses, dois vinhos americanos venceram: Um Cabernet Sauvignon da Stag’s Leap Wine Cellars e um Chardonnay do Chateau Montelena. Vale o registro de que o teste foi feito com vinhos de safras recentes, o que prejudicou bastante os vinhos franceses de guarda.

napa valley

Napa Valley

Califórnia: Concentra 94% da produção americana com 200 mil hectares em vinhedos. A região do Napa Valley não é a maior, mas é a mais reconhecida pela qualidade com bons vinhos tintos e brancos. Além do Vale do Napa, a Califórnia possui mais 3 áreas importantes: Sonoma, Mendocino e Lake. Mas existem muitas outras áreas como você pode ver no mapa abaixo.

map_ca

Mapa do vinho da Califórnia

Oregon, no Noroeste Americado: Está na mesma faixa de latitude 43 e 47o que a Borgonha na Franca e produz Pinot Noirs de alta qualidade. A região possui 7 sub-regiões produtoras, como destaca este segundo mapa.

Mapa do vinho no Noroeste dos Estados Unidos

Mapa do vinho no Noroeste dos Estados Unidos

Segundo o livro Guia Ilustrado Zahar, Vinhos do Mundo Todo, fonte principal deste post, o Estado de Nova Iorque é uma área emergente da vinicultura Americana. Lá estão produzindo Riesling, Chardonnay, Merlot e Cabernet Franc em estilo europeu.

Nos próximo posts vamos falar um pouco sobre os principais vinhos Americanos vendidos aqui no Brasil.

 

  • Van Duzer Flagpole Block Pinot Noir 2005

    Oregon, no Noroeste Americano: Está na mesma faixa de latitude 43 e 47o que a Borgonha na Franca e produz Pinot Noir de alta qualidade. Van Duzer é um produtor da região de Portland e produz uma grande série de rótulos. O Flagpole Block foi lançado em 1999 e é um ícone da vinícola. Um ...

    Leia mais
  • Paul Hobbs Pinot Noir 2006 Russian River Valley

    Esta foi a segunda garrafa do Paul Hobbs que ganhei de Salomão, realmente este produtor é excelente. Sempre tive preconceito com os Pinot Noirs que não fossem da Borgonha, mas esse vinho da Califórnia realmente calou a minha boca. Ele tem aroma de ameixa e framboesa. Na boca tem uma ótima carga de fruta, com ...

    Leia mais
  • V. Sattui Winery Morisoli Vineyard Cabernet Sauvignon 2003

    Vinho tinto da Califórnia Ganhamos este vinho de um amigo que eu e Katia gostamos muito, o Iron. Ele este nos Estados Unidos e nos trouxe esse Cabernet Souvignon da V. Sattui Winery. A empresa tem tradição pois foi fundada em 1875 em São Francisco por Vittorio Sattui, um imigrante Italiano.Até hoje as instalações da ...

    Leia mais
  • Clos du Val 2010 Cabernet Sauvignon

      Cabernet Sauvignon de Napa Valley Este produtor Clos du Val foi fundado em 1972 pela família Goelet e atualmente o enólogo é  Kristy Melton. A vinícola foi toda modernizada hem poucos anos. São cerca de 180 hectares com vinhas de 40 anos de idade. Nosso Vinho de hoje é um Cabernet Sauvignon feito à ...

    Leia mais
  • Ridge Cabernet Sauvignon Monte Bello 2008

    Vinho tinto Americano da Califórnia Provamos este Cabernet Sauvignon americano no restaurante Varanda Grill em S.Paulo. Dizem ser um dos melhores Cab dos Estados Unidos. Na Verdade é uma mistura de 75% Cabernet Sauvignon, 20% de Merlot e pequenas partes de Petit Verdot e Cabernet Franc. Um vinho encorpado, com sabor de amora e casos, ...

    Leia mais
0

Comentários não disponíveis.