Château de Dracy Bourgogne Pinot Noir 2010

0 No tags Permalink 0

Vinho tinto Francês da Borgonha

Conhecer lugares e vinhos novos é um dos bons prazeres da vida. Neste feriado fomos ao Rio de Janeiro, onde no restaurante Gula Gula provamos esse leve  Château de Dracy Bourgogne Pinot Noir 2010.  Segundo a http://www.winebrands.com.br/ que importa o vinho…

A família Bichot escolheu a Borgonha como seu lar antes mesmo de o Brasil ter sido descoberto, em 1350! Eram comerciantes em Monthélie, mas foi a partir do século XIV que Albert Bichot imprimiu grande impulso aos negócios da família, transferindo-se para Beaune, onde desde então a família se dedica à produção de vinhos. Atualmente Alberic Bichot, 6ª geração dos Bichot, está no comando dos Domaine que se estendem por 100 hectares de vinhedos em Chablis, Côte de Nuits, Côte de Beaune e Côte Chalonaise, produzindo vinhos orgânicos, o que mostra o respeito e os princípios desse produtor. Merecem destaque alguns “Domaine” que deram o devido reconhecimento à Família Bichot e que estão presentes hoje nos melhores restaurantes da França e em mais de cem países, são eles:

Domaine Long Depaquit em Chablis (65 ha); Domaine du Clos Frantin em Nuits Saint Georges (13 ha) na Côte de Nuits; Domaine du Pavillon em Pommard (17 ha) na Côte de Beaune e Domaine Adélie em Mercurey (4,2 ha) na Côte Chalonnaise.

Eu achei o vinho bastante leve, com aroma discreto aroma de framboesa, que na boca aparece com mais força. Seus taninos são super refrescantes e o final lembra grama cortada. Caiu bem com salada.

 

Château de Dracy Bourgogne Pinot Noir 2010

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *