Barbaresco Rabajà 2004 Castello di Verduno

0 No tags Permalink 1

Barbaresco Rabajá é um perfeito exemplar do Piemonte no norte da Italia

A região de Piemonte é muito tradicional, mas pode-se dizer que existem duas escolas: A Tradicional e a Moderna. Na escola tradicional os vinhos são produzidos com longa maceração e envelhecimento em barris de grandes dimensões oriundos da eslovênia. Estes vinhos possuem sabores muito complexos e personalidade única.

A moda moderna usa períodos de maceração menores e o vinho é envelhecido em pequenas barricas de carvalho francês, criando vinhos mais próximos do estilo Bordolês.

Castello di Verduno produz vinho à moda antiga, com fermentação em enormes barris de carvalho. Castello di Verduno é uma propriedade de Gabriella e Burlotto Bianco Franco, e suas vinhas vem da famosa área de Rabajá. Você pode esperar desse vinho um longo período de guarda, até 30 anos. Ele mostra um aroma de especiarias, taninos vigorosos, toques de tabaco e couro.

Barbaresco

Castello di Verduno Barbaresco Rabaja 2004

 

Pata quem quer saber mais sobre o Piemonte na Itália

O Piemonte fica no noroeste da Itália e produz vinhos fantásticos, fortes, ricos e inigualáveis. Piemonte significa “ao pé da montanha”, neste caso os Alpes que fazem divisa com a França e Suíça.  As vinhas foram introduzidas na região pelos romanos, mas somente depois da segunda Guerra Mundial a produção de vinho na região foi melhor estruturada. Ainda assim nas primeiras décadas a importância do Piemonte era insignificante, até a década de 80 do século XX.  Nesta época o Piemonte já competia com a Toscana, mas com uma uva característica da região a Nebbiolo, responsável pela produção da grande maioria dos vinhos da região, incluindo os Barbarescos e Barolos.  Barbera e Dolcetto são as outras duas uvas da região. Estas últimas produzem vinhos mais calmos, equilibrados e que não tem vocação para envelhecer tantos anos como os Barolos e Barbarescos. Hoje o Piemonte é sinônimo de vinhos famosos de preços altos e para ambientes e culinária requintada.

1

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *