Fattoria La Massa e sua incrível relação com o Galo Negro

0 No tags Permalink 0

Logo que lancei este blog escrevi um breve artigo sobre o La Massa 2004 que bebi com o Gabriel no restaurante francês Chef Rouge em São Paulo. Mas o artigo mal qualificava o vinho e não trazia muitas informações sobre o produtor. Hoje experimentei o La Massa 2005 e resolvi investigar com um pouco mais. Veja que história interessante que vem da Itália:

A Fattoria La Massa está localizada bem no centro da região de Chianti Clássico na cidade de Panzano. Foi fundada por Giampaolo La Mota, nascido em  Nápoles filho de uma família com tradição em curtumes, produzindo couro para os melhores sapatos italianos. Giampaolo estudou vinicultura, inclusive em Bordeaux e mudou-se para a Toscana afim de produzir seus próprios vinhos. Desde que chegou à Toscana, Giampaolo tem desprezado publicamente todas as leis locais da produção de Chianti, tanto que o La Massa é um IGT, indicação geográfica típica, um vinho que não segue os padrões da denimonação de origem Chinati.

Agora um adendo: Para quem não sabe, o Consorcio Galo Negro controla e regulamenta a produção de Chianti Classico estabelecida 1716, veja o selo do Galo Negro que consta em todas as garrafas dos vinhos de Chianti Classico. Se você quiser saber o porque desse Galo, leia aqui: Chianti, a lenda do Galo Negro.

Selo Galo Negro em uma garrafa de Chianti Classico

selo Galo Negro em uma garrafa de Chianti Classico

Pois bem, o desprezo de Giampaolo pelas leis de produção do Chianti Clássico é tão grande que seus vinhos trazem no contrarótulo um Galo Negro sendo assado no espeto. Muito insulto, até porque a história do Galo Negro faz parte do imaginário da região de Florença.

O selo da Fattoria La Massa

De qualquer forma, seguindo ou não as leis de produção, a Fattória La Massa produz dois vinhos fantásticos, esse e o Giorgio Primo.

O La Massa 2005 é um vinho de cor púrpura muito escura, com enorme concentração de fruta, corpo generoso, sabor de cereja madura e chocolate. Seus taninos são finos e requintados e o final é um pouco explosivo. Feito com um blend de 60% Sangiovese, 35% Merlot e  5% Cabernet Sauvignon. Um excelente tinto para o frio, mas precisa ser decantado por pelo menos 30 minutos.

La Massa

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *