Montessu 2005, um belo exemplar da Sardenha

0 No tags Permalink 0

O Montessu é o segundo vinho da Agrícola Punica na Sardenha.  É um vinho da denominação Isola dei Nuraghi IGT.  Traz um blend bem complexo de 60% Carignano, 10% Syrah, 10% Cabernet Sauvignon, 10% Cabernet Franc e 10% Merlot. Estagiou por 15 meses em barricas de carvalho francês. O vinho entrega muita fruta madura, ameixas, com taninos redondos e um acabamento rústico que na minha opinião dá o charme ao vinho. Essa safra conquistou 87 pontos na WS e 1 Bicchieri da Gambero Rosso. Conheça também o Barruá da Agricola Punica.

 

Montessu 2005

Montessu 2005

O nome da vinícola faz referência às Guerras Púnicas ocorridas entre entre 264 a.C. e 146 a.C, envolvendo o Império Romano e República de Cartago, cidade Estado Fenícia, destruída totalmente ao fim das 3 Guerras Púnicas. A Pintura  do topo retrata a batalha de Zama, uma das mais famosas da II Guerra Púnica. Autor: Henri-Paul Motte.

Conheça um poco sobre a Sardenha:

Assim como ocorre na Sicília os vinhos da Sardenha ainda não conseguiram grande projecção nacional e internacional, apesar de uma fascinante seleção de uvas. O que impede um melhor desenvolvimento comercial e de qualidade dos vinhos da Sardenha é a estrutura de sua indústria, dominada por cooperativas. Grande parte do vinho da Sardenha é consumido na própria ilha ou vendido para a Europa para ser misturado a vinhos mais conhecidos. Apesar de produzir mais de 800 mil hectolitros por ano, cada DOC na Sardenha não produz mais que 200 hectolitros ano.

A estrela tinta da ilha é a Cannonau ou Grenache e a branca é a Vermentino.

Durante séculos a Sardenha foi submetida a várias influências culturais, seja dos Bizantinos, Árabes e Catalões. A influência da vinicultura Espanhola na ilha é clara até hoje, manifestada nas uvas Cannonau (Grenache) e Caragnan ou Carignano. Fonte: André Dominé: Os Vinhos.

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *