Ornellaia Masseto 1999 vs Barolo Conterno Monfortino 2000 vs Gaja Barbaresco Sori Tildin 1996.

0 No tags Permalink 0

Existem algumas ocasiões na vida que se guarda para sempre e esta foi uma delas. Durante nossa viagem à Toscana em um jantar no restaurante Il Canto em Siena, resolvemos viver um momento único e abrimos 3 garrafas dos mais fantásticos vinhos da Toscana. Um desafio onde só existem vencedores.

O primeiro a ser escolhido foi um Gaja Barbaresco Sori Tildin 1996, uma jóia do Piemonte. Realmente um vinho estupendo, com aroma muito exótico de alcatrão, tabaco e couro. Na boa ele apresenta uma complexidade de sabores incrível, com café, tabaco, cereja e especiarias, taninos firmes e elegantes e um final muito longo. Não é uma bebida pesada, pelo contrário. Cada gole nos oferece uma experiência incrível. Recebeu 96 pontos do RP e 95 pontos da WS. Eu e Manuk coroamos o vinho como o melhor da noite. É provável que nunca mais encontraremos um Barbaresco melhor que esse, exceto é claro se encontrarmos o 1997, o melhor dos últimos 20 anos. A critica anuncia que este é um vino de guarda para 30 a 40 anos. Mama Mia.

 


O segundo vinho da noite foi o Barolo Conterno Monfortino 2000. Esta obra de arte de Giacomo Conterno, produzido em Serralunga, Piemonte, vem do mais famoso vinhedo da região o Monfortino. Um vinho fantástico com forte característica herbácea. Ou melhor, achamos que ele tem aroma de grama cortada. Na boca traz toques de chocolate amargo e framboesa. Taninos ainda agressivos e final longo de menta e chocolate. Listado com 97 pontos pelo RP. O José Aurélio e o Alcir acharam que este foi o melhor vinho da noite.

 


A noite ainda não tinha terminado quando abrimos a garrafa do Masseto 1999. Na região da Sangiovese, esse Merlot reina de forma magnífica. Top de linha da Tenuta Ornellaia o Masseto tem características Bordolesas. Produzido na emergente região de Bolgheri, Um vinho muito elegante, bem estruturado, musculoso, com baunilha, cacau e café expresso. Boa expressão de fruta madura e taninos sedosos. Maravilhoso, mas devo confessar que o Gaja me surpreendeu muito mais.

Vamos ver o que os amigos acham disso…

Vale ainda finalizar que por melhores que sejam os vinhos, o que conta mesmo é a presença dos amigos e as boas risadas.

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *