Suolo Argiano 2003

0 No tags Permalink 0

Regularmente me encontro com o José Aurélio, o Alcir e o Sergio pata jantar, jogar uma boa conversa e beber bons vinhos. O José Aurélio é uma verdadeira autoridade em vinhos italianos, tanto por sua paixão, como pela vivência que teve na Itália. A adega particular do José Aurélio rivaliza com os melhores restaurantes. Outra característica do José Aurélio é uma enorme generosidade e o prazer em dividir o vinho com os amigos.

Ontem a noite ele nos apresentou ao Toscano Suolo Arginao. Se não me engano a safra era 2003. Meus amigos, gostaria de ter o conhecimento necessário para saber descrever esse vinho a vocês. A palavra síntese é elegância. O vinho é extremamente bem montado, estruturado, com tudo no lugar certo e sua personalidade nos remete aos melhores vinhos de Bordeaux. Ao longo do jantar o vinho apresentava características cada vez melhores, integrando fruta, madeira e especiarias.

Agora o mais incrível é que o Suolo é um 100% Sangiovese Grosso, produzido a partir de vinhas de 40 anos de idade e em um terreno de características tão únicas que deu o nome ao vinho Suolo. Se não me engano o importador é a Grand Cru.

Argiano iniciou a produção de vinhos em 1580 e suas terras já passaram pelas mãos das famílias Pecci, na renascença, depois para a família Pieri, Ballanti, Lovatteli e em 1992, foi adquirido pela condessa Noemi Marone Cinzano.

Um brinde ao José Aurélio que sempre nos surpreende com vinhos fantásticos.

Suolo

 

0

Não há comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *