Os melhores Barolos
By Tinto, Vinhos
maio 15

Os melhores Barolos

Criado em: 15/05/2020 às 19:52 | Atualizado em: 08/08/2023 às 12:27

O Barolo é a melhor expressão do Piemonte. Realmente, os melhores Barolos vinhos super complexos, com aromas e sabores em camadas, que levam anos amadurecendo em barricas de carvalho e podem ser guardados por décadas. O Piemonte fica próximo aos Alpes na divisa Italiana da Suíça e França. Consequentemente, o nome aos pés do monte ou Piemonte.

Obedecendo as regras de denominação de origem, D.O.C e denominação de origem controlada e garantida, D.O.C.G., os Barolos são feitos com 100% Nebbiolo. Realmente uma uva ultra resistente ao clima feroz das montanhas do Piemonte. A amplitude térmica do local é absurda e os invernos são unidos, com neve e muito vento.

A produção de Barolos usa uvas com altíssima concentração, o que também significa baixa produção por metro quadrado. Atualmente os Barolos são produzidos em uma área de 4.200 acres ou 1.700 hectares. Uma área consideravelmente grande.

A cidade de Barolo deu seu nome a esta denominação de origem, mas a região é diversificada em solos e condições climáticas. Varias outras cidades da região possuem altíssima qualidade de produção de Barolos, como Serralunga DÁlba, Novello, Monforte D´Alba, Castiglione Falleto e La Morra.

Aqui estão alguns produtores e rótulos de Barolos excepcionais, vinhos complexos, elegantes, potentes e muitas vezes muito caros.

Giuseppe Mascarello & FIiglio, Barolo Monprivato 2009

Barolo Falletto V. Le Rocche Ris. 2011, Bruno Giacosa

Barolo Bricco Rocche 2013, Ceretto

Barolo Domenico Clerico Pajana 2009, Monforte D´Alba (foto do topo)

Roberto Voerzio Barolo La Serra 2004

Barolo Granbussia 2010, Poderi Aldo Conterno (Este vinmho envelhece por 9 anos antes da comercialização.)

Enfim, poderia continuar escrevendo sobre Barolos por horas, pois adoro estudar esta denominação. O colaborador mais ativo deste blog, o José Aurélio, que também usa o pseudônimo de Guido L’albereta da Vittorio, é um grande apreciador dos Barolos, pois morou no norte da Itália por alguns anos e tem a região como sua favorita. Em uma próxima oportunidade falaremos sobre os estilos tradicionais e modernistas de produção.

Barolo Granbussia

Deixe uma resposta